Início » Arquivos » Carro » Nuance anuncia Dragon Drive, um Siri para automóveis

Nuance anuncia Dragon Drive, um Siri para automóveis

BMW e Mercedes têm interesse em adotar o sistema de reconhecimento de voz.

Por

Você provavelmente nunca ouviu falar na Nuance Communications, mas ela é uma empresa de tecnologia que empresta seu sofisticado sistema de reconhecimento de voz ao Apple Siri. E nesta terça-feira (22/5), a companhia anunciou o Dragon Drive, novidade que irá permitir que automóveis possam entender o que seus donos falam e simplificar diversos comandos dos veículos.

Assim como seu “primo” que existe no iPhone 4S, o Dragon Drive é capaz de entender a linguagem natural e fluente dos ocupantes do veículo, “e reconhecer comandos feito pelo motorista sem as mãos ou necessidade de desviar o olhar do trânsito”.

Envie mensagens de texto sem bater o carro.

Desenvolvido especificamente para automóveis, é capaz de ativar sistemas de entretenimento, se conectar a outros dispositivos e usar alguns de seus recursos (como fazer ligações e SMS, entre outros), navegar na internet, acionar o sistema de navegação GPS e oferecer informações em tempo real sobre as condições de tráfego.

Mike Thompson, vice-presidente da Nuance Mobile, explica ao site CNet que, enquanto no Siri todos os comandos de voz são processados na nuvem, o Dragon Drive é uma tecnologia híbrida. De acordo com o executivo, algumas orientações mais simples são processadas internamente pelo computador do veículo, enquanto outras tarefas são enviadas para os servidores na rede para análise, processamento e voltam ao carro para serem executadas.

Nem precisa tirar as mãos do volante para encontrar um local no GPS.

Aos que duvidam da viabilidade do sucesso de carros inteligentes, a Nuance afirma que até 2017 este mercado chegará a 40,5 milhões de unidades.

Gostou? Quer ter o sistema para andar por aí? Então se prepare. A Nuance afirma que o Dragon Drive já está disponível no mercado em inglês, francês, italiano, alemão e espanhol, para fabricantes de veículos e acessórios instalarem em carros novos. Mercedes e BMW já anunciaram que têm interesse na novidade. Boa sorte.

Com informações: Nuance, Cnet.