Início / Arquivos / Aplicativos e Software /

Aplicativo de Windows 8 tem até 15 segundos para abrir

Se demorar mais, sistema vai encerra-lo automaticamente.

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Pouco a pouco, surgem detalhes de como será o funcionamento do Windows 8, próxima versão do sistema operacional mais usado no mundo. A Microsoft tem mesmo o hábito de deixar o mundo inteiro prevenido para o que está por vir. É bom porque os desenvolvedores e profissionais de TI sabem o que esperar. Ao mesmo tempo, pode ser ruim porque a companhia abre mão do efeito imediato que o anúncio de uma série de novidades simultaneamente causaria.

Nessa segunda-feira, ao publicar mais um artigo no blog que documenta o funcionamento do próximo Windows, o gerente de programas para a experiência de usuário Justin Cooperman revelou que os aplicativos presentes no futuro sistema operacional terão tempo máximo para carregar. Ou o software leva 15 segundos para abrir a primeira janela, ou o aplicativo se autodestrói sem deixar rastros no computador do usuário.

Até 15 segundos para sair da splash screen

Brincadeiras à parte, este é o período que a Microsoft designou para que um aplicativo saia do estado inativo para o totalmente ativo e carregado. A informação foi fornecida num momento em que a companhia detalha os procedimentos para escrever um aplicativo com tela de carregamento (ou splash screen, na terminologia em inglês) compatível com a interface Metro presente na plataforma.

Lançar um aplicativo (estou partindo do pressuposto de que todos já ouviram falar na categoria de aplicativos “lançadores” de outros apps, que iniciam rapidamente um aplicativo) dependerá de quatro formas diferentes de lidar com a tela de carregamento — veja no artigo em inglês. Na mais básica, após clicar ou tocar no ícone do software, o aplicativo exibe a tela de carregamento para, imediatamente em seguida, mostrar o aplicativo por completo e funcional. A Microsoft aposta nessa opção como a mais comum entre os desenvolvedores.

Fico me perguntando como será para donos de computadores mais antigos, incapazes de carregar certos aplicativos dentro desse período de 15 segundos. Talvez eles tenham uma experiência muito inferior por não conseguirem executar o app. Porém, é importante ressaltar que as linguagens mais recomendadas para construir apps compatíveis com o visual Metro são HTML5 (se é que podemos chamar de linguagem de programação), CSS (idem), JavaScript e C#. Justamente para tornar os aplicativos bastante leves e, devido a isso, mais rápidos para o computador carregar.

A expectativa em torno do Windows 8 é muito grande. Devo dizer que ainda não estou totalmente convencido de que o visual Metro será a melhor opção para a maioria dos usuários. Pelo menos vemos que a MS se empenha em produzir uma agradável experiência para os consumidores que adotarem o sucessor do Windows 7.