Início » Arquivos » Aplicativos e Software » Paquistão e Tailândia compram PCs e tablets com software livre para estudantes

Paquistão e Tailândia compram PCs e tablets com software livre para estudantes

Avatar Por

Ao que tudo indica hoje é dia dos governos tirarem o escorpião do bolso e investirem em educação: no mesmo dia que o governo paquistanês anunciou que daria 125 mil computadores com o Ubuntu instalado para estudantes, o governo da Tailândia encomendou 1 milhão de tablets com Android para os alunos do país.

No caso do Paquistão, os 125 mil notebooks com Ubuntu instalado serão dados para estudantes do nível colegial e universitário. Umar Saif, representante do Conselho de Tecnologia da Informação de Punjab, escreveu sobre a decisão de usar uma solução baseada em software livre nesse projeto:

Suportar software open source nessa escala, em um país com um uso gritante de software pirateado e proprietário, é uma iniciativa corajosa e louvável. Graças à sua flexibilidade, custo-zero e largo suporte acadêmico, software open source é o padrão de fato para estudantes colegiais e universitários do mundo todo.

Tudo muito lindo, mas uma das críticas ao projeto paquistanês é que ele privilegia estudantes mais velhos, enquanto os mais jovens — que não possuem poder aquisitivo algum e poderiam se beneficiar muito mais de um computador — acabam ficando de fora.

Roda Android 4.0.

Bem ao contrário do governo tailandês, que pretende investir quase US$ 70 milhões na compra de 1 milhão de tablets com Android para estudantes entre 6 e 8 anos. O projeto acontecerá em duas etapas, com a primeira remessa de equipamentos chegando em 90 dias.

Segundo informações, o tablet escolhido pelo governo tailandês é um Scopd SP0712, um tablet que, pela bagatela de US$ 81, tem um hardware… honesto: tela de 7 polegadas, processador single-core de 1,5 GHz, 1 GB de RAM e 8 GB de armazenamento interno. Tudo isso rodando Ice Cream Sandwich.

Embora as especificações do notebook paquistanês não tenham sido passadas, é de se imaginar que também seja um hardware modesto, mas capaz de executar os programas necessários para os estudantes.

Enquanto isso, no Brasil…

Com informações: Android Community e The Register.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Yuri da Silva
Android não é software livre de acordo com a FSF.
@_gaabriels
o brasil deveria investir primeiramente na educação pública, a mesma é horrível aqui em minha cidade. Nós brasileiros temos destinados à merendo e a educação investimentos 7% isso é triste ¬¬
Ze Buscape
O governo faz acordos suspeitos com empresas de "software" para comprar licenças superfaturadas. A propósito descobri, nesses dias, que a Positivo pertence também ao filho do ex-presidente Lula...
Turdin
Pra mim o desconto já estava incluso nos calculos ( como é feito normalmente ), por isso a dúvida. Até porque tablets pro 81 dolares já são bem baratos, convenhamos...
bawlaw
oh.. pensei que os estudante compravam por $81 ... mas re-li e vi que eles serão dados
bawlaw
11 reais vão para o governo.. logico..
Paulo Graveheart
sabe o que acontece quando se compra itens na grandeza de milhares de unidades? Descontos. ;)
Turdin
70 milhões / 1 milhão de tables = 81 dolares O.o
Gaba
Enquanto isso, no Brasil...